Tipos de deficiência

Tipos de Deficiência física e mental

São variados os tipos de deficiência. Cada um deles estabelece um tipo de limitação que pode afetar o corpo ou algum dos sentidos. Para saber detalhes sobre as diferentes deficiências, confira nosso artigo.

Os 5 tipos de deficiência.

1 – Visual

Com relação aos tipos de deficiência que afetam os sentidos, a visual é uma das mais comuns, podendo ser provocada por uma série de motivos.

É considerada deficiência visual quando há perda total ou parcial da visão.  Além disso, indivíduos que apresentam baixíssima capacidade de enxergar, dependendo do nível desse comprometimento, podem ser considerados como deficientes visuais.

Devido à perda total ou parcial da visão, as pessoas que apresentam cegueira desenvolvem as atividades do cotidiano utilizando os outros sentidos (tato, olfato, audição e paladar).

Graças aos avanços tecnológicos, por meio dos quais têm sido desenvolvidos diversos recursos, as pessoas cegas têm tido acesso a formas inovadoras para ter acesso à informação e também para realizar as atividades no dia a dia.

Além dessas inovações mais recentes, há bastante tempo o sistema Braile tem sido um dos principais recursos utilizados pelos cegos quanto à leitura, escrita e alfabetização (crianças, jovens e adultos).

2 – Auditiva

Entre os tipos de deficiência, a que afeta a audição também é outra das que mais afetam as pessoas. De acordo com dados do último censo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, atualmente há cerca de 10 milhões de brasileiros que apresentam algum nível de surdez.

É caracterizada deficiência auditiva quando ocorre perda total ou parcial da audição, condição que pode atingir um ou os dois ouvidos. Essa perda auditiva pode ser ocasionada por pancadas, acidentes, doenças ou outros fatores que vão prejudicando a audição ao longo da vida.

Para que um indivíduo seja considerado totalmente surdo é necessário que a audição esteja quase que totalmente ausente, sem apresentar funcionalidade mínima.

As pessoas parcialmente surdas são aquelas que possuem baixa capacidade de audição. Entretanto, mesmo que limitada, essa capacidade é considerada funcional e pode ser melhorada mediante uso de aparelhos ou implantes auditivos.

Os 4 tipos de deficiência auditiva

Tipos de deficiência

– Neural: trata-se de uma deficiência que geralmente é profunda e definitiva. Ou seja, o uso de aparelhos ou implantes auditivos não é capaz de resolver essa condição.

Quando ocorre a deficiência auditiva neural, o nervo não é mais capaz de transmitir informações sonoras para o cérebro.

– Condutiva: esse tipo de deficiência que afeta a audição fica entre os níveis moderados e leves. Nessa situação, é possível corrigir ou amenizar o problema mediante implante de ouvido médio ou utilização de aparelho auditivo.

– Sensorioneural: é um tipo de deficiência auditiva causada por danos ou lesões relacionadas às células sensoriais auditivas ou nervo auditivo. A deficiência sensorioneural pode ocorrer em níveis leves, moderados, severos ou profundos.

– Mista: essa deficiência acontece quando há, ao mesmo tempo, a deficiência auditiva sensorioneural e condutiva.

3 – Física

Sobre os tipos de deficiência que podem afetar as pessoas no nascimento ou no decorrer da vida, está também a física. Trata-se do comprometimento da mobilidade, coordenação motora e/ou fala.

Os variados tipos de deficiência podem acontecer em decorrência de problemas durante a gestação, acidentes, lesões ou doenças. Pelo fato de a deficiência física afetar uma ou várias partes do corpo, elas são divididas em categorias. Vamos ver na sequência quais são os principais tipos de deficiência física.

Paraplegia: é a perda completa das funções motoras desempenhadas pelos membros inferiores.

Paraparesia: consiste na perda parcial das funções motoras desempenhadas pelos membros inferiores.

Monoplegia: é ligada à perda completa das funções motoras de um determinado membro (superior ou inferior).

Monoparesia: trata-se da perda parcial das funções motoras de um membro (superior ou inferior).

Tetraplegia: é a perda completa das funções motoras dos membros (inferiores e superiores).

Tetraparesia: consiste na perda parcial das funções motoras dos membros (inferiores e superiores).

Triplegia: é a perda completa das funções motoras em três membros.

Triparesia: trata-se da perda parcial das funções motoras em três membros.

Hemiplegia: é quando acontece a perda completa das funções motoras associadas a um hemisfério do corpo (direito ou esquerdo).

Hemiparesia: consiste na perda parcial das funções motoras de um hemisfério do corpo (direito ou esquerdo).

Amputação: é a perda parcial ou total de um determinado segmento ou membro do corpo.

Paralisia cerebral: ocorre devido à lesão de uma ou mais áreas que pertencem ao sistema nervoso central. Essa paralisia acarreta o comprometimento das funções psicomotoras (pode ser acompanhada ou não por deficiência mental).

4 – Mental

Sobre os tipos de deficiência que não afetam o corpo, a mental é aquela caracterizada pela ocorrência de problemas relacionados ao cérebro, estando ligada a uma atividade intelectual considerada abaixo da média.

Esse tipo de deficiência possui 4 níveis, senso definidos ou classificados mediante variação do quociente de inteligência (QI). Esses níveis são:

– Retardo mental profundo;

– Retardo mental severo;

– Retardo mental moderado;

– Retardo mental leve.

5 – Múltipla

A deficiência múltipla ocorre quando a mesma pessoa sofre com duas ou mais deficiências, sejam elas físicas ou mental.

O papel da inclusão social para pessoas portadoras com deficiência

Ao conhecer os vários tipos de deficiência é possível identificar que cada uma delas apresenta limitações específicas. Isso significa que projetos de inclusão social para pessoas portadoras de deficiência precisam considerar diversas particularidades.

Por mais que determinadas necessidades sejam parecidas, é necessário analisar com detalhes as dificuldades próprias de cada tipo de deficiência, seja ela física ou mental.

Os projetos inclusivos precisam ser elaborados de acordo com um conhecimento profundo sobre as dificuldades enfrentadas pelas pessoas portadoras de deficiência. Este é o primeiro passo para atender às necessidades específicas das pessoas que apresentam algum tipo de deficiência.

É importante frisar que as ações inclusivas abrangem diversas áreas, incluindo educação, saúde, acesso à informação, mercado de trabalho, cultura, lazer etc.

Além de saber os tipos de deficiência, confira nossos outros conteúdos com temas de alta relevância para todas as pessoas que desejam e lutam pela construção de uma sociedade mais inclusiva.

Imagens: maededeuscenter.com.br / guardians.com.br

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *