Setembro Azul

Setembro Azul – Importância para os Surdos

Setembro Azul, todos os anos, é um mês muito especial para os surdos brasileiros. Por comemorar diversas datas importantes para a comunidade surda, ele é um símbolo importante na luta pela inclusão social.

Vamos ver agora porque setembro é o mês mais comemorado pelas pessoas com surdez.

Setembro Azul – O que é?

Setembro Azul consiste em um mês dedicado aos surdos, concentrando datas de grande peso para a comunidade surda brasileira e mundial.

Este mês foi escolhido como forma de simbolizar a luta das pessoas portadoras de deficiência auditiva. Essas são as datas comemoradas:

– Dia Internacional das Línguas de Sinais: 10 de Setembro.

– Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência: 21 de Setembro.

– Aniversário do INES – Instituto Nacional de Educação de Surdos: 26 de Setembro.

– Dia Internacional do Surdo: 30 de Setembro.

Como surgiu o Setembro Azul?

Afinal, por que o Setembro Azul recebe este nome? Para responder a essa pergunta, precisamos contar um pouquinho da história dos surdos.

Os nazistas amarravam uma faixa azul no braço das pessoas surdas. Isso significava que elas seriam exterminadas nos campos de concentração.

Essa cor foi escolhida como forma de oferecer uma homenagem para todos os surdos mortos no decorrer da Segunda Guerra Mundial.

Essa história é contada com detalhes em um museu alemão chamado Otto Weidt (1883-1947).

O nome dado a essa instituição homenageia um empresário cego que fabricava escovas e vassouras.

Enquanto Alemanha e grande parte da Europa sofria com o domínio nazista, os judeus surdos e/ou cegos eram enviados aos temidos campos de concentração.

Otto Weidt começou a empregar essas pessoas que sofriam com deficiência com o objetivo de salvá-las dos campos de concentração.

Com isso, Weidt salvou a vida de muitos surdos e cegos no decorrer da Segunda Guerra.

Todos os dias, esse museu alemão recebe visitantes do mundo inteiro, sendo ainda mais conhecido pelas pessoas que apresentam deficiência visual ou auditiva.

A adoção da cor azul foi comemorada durante a Cerimônia da Fita Azul, ocorrida no ano de 1999.

O intuito dessa cerimônia era honrar a memória dos inúmeros surdos vitimados pelos horrores do nazismo.

Nos dias atuais, a cor azul que homenageia os surdos é em tom turquesa, que é mais vivo e brilhante.

O objetivo é que, além de honrar a memória dos surdos mortos na Segunda Guerra, seja representada a riqueza cultural da comunidade surda.

Por que o Setembro Azul deve ser comemorado?

O Setembro Azul é importante por dois motivos. Ele simboliza as conquistas obtidas e ao mesmo tempo reflete sobre as ações necessárias para aumentar a inclusão social.

Por mais que nas últimas décadas tenham sido obtidas muitas conquistas, há um trabalho grande a ser feito.

Governos, empresas e a sociedade como um todo precisam entender de maneira profunda as necessidades dos surdos no dia a dia.

Essa empatia com relação às necessidades específicas das pessoas surdas é o primeiro passo para desenvolver ações e leis eficazes para essa comunidade.

Um dos temas de maior relevância para a comunidade surda é o ensino e divulgação da Língua Brasileira de Sinais – Libras.

O motivo dessa importância é que a qualidade na comunicação e interação social é um dos fatores mais importantes para a qualidade de vida dos surdos.

Importância social do Setembro Azul

Setembro Azul

Durante o Setembro Azul, a comunidade de surdos como um todo se une voltando a atenção para as necessidades especiais (e específicas) dessa comunidade.

Nesse ponto, é preciso lembrar que, conforme informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, O Brasil possui mais de 10 milhões de pessoas com surdez.

No mundo, atualmente há cerca de 360 milhões de pessoas que possuem algum grau de surdez.

As ações inclusivas ligadas aos surdos e outras pessoas que possuem alguma deficiência são essenciais em variadas áreas, sendo as principais: educação, saúde, acesso à informação e mercado de trabalho.

Por exemplo, na área da educação, é preciso integrar pessoas surdas ao ensino tradicional como estratégia de promover a inclusão social.

Na área da saúde, é de suma importância que clínicas, hospitais, postos de saúde, laboratórios e demais estabelecimentos disponibilizem atendimento médico adequado aos surdos.

Para atender a essas necessidades, escolas e universidades tem se adequado à formação na Língua Brasileira de Sinais por parte dos professores e outros profissionais atuantes na área da educação.

No que diz respeito ao acesso à informação, lazer e cultura, é preciso que sejam realizados investimentos constantes para promover a inclusão social dos surdos e maior abrangência da Libras.

A sociedade de uma maneira geral é capaz de ajudar os deficientes auditivos a partir do momento que elas entendem com clareza os desafios vividos pelos surdos no cotidiano.

Com base nessa empatia, é possível desenvolver ações e comportamentos que favoreçam a inclusão de uma maneira natural.

Quando essas necessidades específicas são bem mapeadas, governos, empresas e pessoas conseguem atuar de maneira mais assertiva, contribuindo para a comunidade surda em todo Brasil.

Como ter informações sobre o Setembro Azul?

Se você deseja obter informações mais detalhadas sobre o Setembro Azul e quais ações inclusivas tem sido adotadas no Brasil, veja os conteúdos atualizados das instituições abaixo:

– INES – Instituto Nacional de Educação de Surdos.

– FENEIS – Fundação da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos.

No Brasil, essas instituições consistem nas maiores referências no que diz respeito às informações de maior relevância para a comunidade surda.

Acompanhar os conteúdos dessas instituições é essencial para compartilhar informações de grande relevância para os surdos e demais pessoas que tenham interesse na construção de uma sociedade mais inclusiva.

Por meio da internet é possível acessar conteúdos escritos e vídeos elaborados em Libras com o intuito de proporcionar uma comunicação inclusiva.

Além de saber sobre o Setembro Azul e como ele é importante para a comunidade surda brasileira, veja nossos demais conteúdos com temas de alta relevância.

Eles falam sobre a Língua Brasileira de Sinais – Libras, importância da inclusão social e diversos outros assuntos.

Imagens: blog.handtalk.me / tribunademinas.com.br

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *